Idec quer tabela especial para a comida infantil

Quando os pais escolhem um alimento de olho na quantidade de gorduras, sal e açúcares devem ficar atentos. No País, a tabela nutricional aprovada pelos órgãos reguladores tem como referência a dieta de um adulto. Com isso, em alguns casos a quantidade de gorduras pode ser até um terço maior que a indicada na embalagem se o alimento for consumido por uma criança. De olho nessas distorções e na obesidade infantil, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) está propondo aos fabricantes uma discussão para reformular a tabela nutricional de produtos voltados para o público infantil. O alvo da campanha são os produtos infantis, principalmente aqueles com marketing claro e ostensivo, que trazem em sua embalagem ilustrações de personagens licenciados, com forte apelo direcionado aos pequenos.

Fonte: Estado de Minas (MG)