Número de alunos da rede pública aprovados no Sisu aumenta 77%

Ao todo, 2.481 alunos da rede estadual conseguiram vagas no ensino superior com as notas obtidas no Enem de 2013. Em 2012, foram 1.401. Melhor desempenho tem influência da Lei de Cotas

VILÁZIO BEZERRA

Vinte e cinco alunos foram homenageados pelas melhores notas no Enem em 2013, em solenidade na sede da Seduc
 

Cresceu em 77% o número de alunos das escolas públicas do Ceará aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ao todo, 2.481 estudantes da rede estadual conseguiram vagas no ensino superior com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Em 2012, foram 1.401 aprovados no Sisu. O número de alunos aprovados em universidades públicas e particulares, pelo Enem ou por outras provas, foi de 10.687. No ano anterior, esse total foi de 7.671.

Um dos fatores a se considerar nesse resultado é a ampliação do sistema de cotas pela Universidade Federal do Ceará (UFC) para estudantes que tenham feito o Ensino Médio integralmente na rede pública. A partir da última prova do Enem, esses alunos tiveram acesso a 50% das vagas em cada curso da instituição. Em 2012, as cotas eram para 12,5% das vagas de cada curso.

Cotas

De acordo com Izolda Cela, titular da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), essa medida é o pagamento de uma dívida social e não põe o ensino público na “zona de conforto”. “A escola pública precisa continuar melhorando. É uma medida que revoluciona a educação, mas que ainda exige o esforço dos alunos”, salienta.

Para Maurício Holanda, secretário adjunto da Seduc, os resultados também refletem o incentivo dado aos estudantes. “Temos 60 alunos que tiraram primeiro lugar nos seus cursos e que entrariam com ou sem cotas. Há o peso de desenvolver nos alunos esta crença de que eles também podem. A universidade pública não é mais aquele sonho distante”, diz.

Prouni

As admissões em faculdades particulares pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) também tiveram aumento. Foram 846 vagas garantidas em 2013 contra 533 em 2012. O programa adota as notas do Enem e dá acesso gratuito às instituições pagas.

Os dados foram divulgados na manhã de ontem pela Secretaria da Educação em solenidade para homenagear alunos e escolas com melhores resultados no projeto “Enem: Chego junto, chego bem”. Familiares, coordenadores e professores também tiveram os esforços reconhecidos.

O projeto incentiva a participação no Enem entre alunos de 2º e 3º ano, além de egressos do Ensino Médio. De acordo com a Seduc, a mobilização começa desde o início do ano letivo com ajuda aos estudantes quanto às inscrições, aulas de preparação e motivação. O último Enem teve 192 mil inscrições das escolas públicas do Ceará. Desse total, 150 mil alunos fizeram as provas.

O Povo – Online