Conheça as barreiras que afastam a inovação da educação

Você sabia que nem toda inovação é facilmente incorporada na educação? Conheça as barreiras mais comuns que afastam as tendências da sala de aula

Conheça as barreiras que afastam a inovação da educação

Crédito: Shutterstock.com

Adaptar as novas tecnologias às salas de aula nem sempre é fácil

Mesmo com diversas tecnologias que podemmelhorar a experiência do aluno com o aprendizado, algumas instituições sentem dificuldade para “abraçar” a inovação e trazê-la para as salas de aula. A seguir, confira quais são as barreiras mais comuns que impedem as inovações de influenciarem na educação:

1 – Diretoria

Muitas vezes, a parte administrativa das instituições de ensino é composta de pessoas mais experientes não abertas para novidades. Nesses casos, é difícil fazer com que eles mudem de posição em relação a isso. Os pais e professores podem trazer ideias construtivas para a diretoria e torcer para que elas sejam aceitas e incorporadas nas salas de aula.

2 – Professores

Pode acontecer dos próprios professores terem dificuldade para aceitar a inovação na educação. Se eles se formaram há muitos anos, é normal eles se sentirem despreparados para acatar as novidades. Assim, é papel dos alunos, da direção e dos pais pedirem por mudanças.

3 – Pais

É possível, também, que os próprios pais sejam o problema. Alguns pais têm dificuldade para compreender novas táticas de ensino e aprendizado e podem se sentir enganados. Nesses casos, é importante que o professor aproveite as reuniões de pais para mostrar qual é a proposta de ensino e quais são os resultados esperados.

4 – Adaptação

Adaptar as novas tecnologias às salas de aula nem sempre é fácil. Tanto os alunos quanto os professores podem se sentir despreparados para lidar com uma lousa digital, por exemplo. Porém, com paciência e treinamento, todos poderão aproveitar os benefícios tecnológicos na educação.

5 – Finanças

Nem sempre a escola ou faculdade terá dinheiro suficiente para adquirir tecnologias inovadoras para a educação. Mesmo assim, é importante que a diretoria e os professores incorporem novos conceitos e estratégias de ensino. Mesmo sem dinheiro é possível inovar durante a aula.

6 – Estudar em casa

Alguns alunos podem sentir medo de experimentar novas ideias e resolvem estudar da maneira comum quando estiverem em casa. Por mais que você implemente novidades na sala de aula, caso ele não aproveite as mesmas ideias para estudar em casa, o resultado não será satisfatório. Instigue os seus alunos a experimentar e se adaptar a novos modelos, mesmo quando estiverem fora da escola.

7 – Resultados

Escolas e universidades buscam por bons resultados para poder mostrar aos pais. Por causa disso, muitas instituições decidem não experimentar ao invés de correr o risco de o novo modelo não dar certo. Para resolver isso, é importante que todos estejam dispostos a tentar o novo e aceitar os erros.