Aprendizado da língua inglesa começa nas redes de ensino

Se enganam pais e alunos que acreditam que o início da formação profissional se inicia apenas após o ingresso ao ensino superior. A base para qualquer profissional qualificado começa nas escolas, da educação básica ao ensino médio. E um dos aspectos na formação dos estudantes que tem grande importância há anos, mas que ainda carece de muito avanço, é a aprendizagem do inglês como segundo idioma.

Uma pesquisa realizada entre 2009 e 2011, pela empresa EF, especializada em intercâmbios, mostrou que o nível de proficiência do inglês entre os brasileiros ainda está muito baixo. Nosso país está apenas no 46o lugar do ranking de domínio da língua inglesa entre os 54 países pesquisados. Outro indicativo desse cenário é que o governo federal reduziu a pontuação mínima da prova de inglês para os alunos que disputam uma bolsa para estudar no exterior pelo programa Ciência sem Fronteiras.

O reflexo disso é possível ver também no mercado de trabalho. De acordo com uma pesquisa feita em várias corporações pela Robert Half, organização especializada em recrutamento, 20% dos funcionários de uma empresa têm nível avançado do inglês contra 80% com nível médio ou fraco.

Sendo assim, é cada vez mais importante pais incentivarem os filhos a se dedicarem aos estudos da língua inglesa nas redes de ensino, nos cursos extracurriculares e até mesmo em atividades como intercâmbio. Porém, fundamental mesmo são os alunos entenderem a importância desse aprendizado para toda vida e que os primeiros passos começam nas escolas.

Fonte: http://www.rceonline.com.br/noticias/aprendizado-da-lingua-inglesa-comeca-nas-redes-de-ensino