Câmara e Assembleia do Ceará inauguram TV digital no estado

O sinal de TV deve atingir um público potencial de 3,5 milhões de cidadãos da grande Fortaleza.

A Câmara dos Deputados e a Assembleia Legislativa do Ceará inauguram na próxima segunda-feira (2) a operação de TV digital que abre os sinais da TV Câmara, da TV Assembleia e da TV Senado na grande capital. A cerimônia de inauguração vai ocorrer às 15 horas, na sede da assembleia.

Fortaleza é a segunda capital a receber a Rede Legislativa de TV Digital. Posteriormente, o sinal das TVs Câmaras Municipais da região metropolitana também será inserido no mesmo transmissor.

A Câmara dos Deputados tem consignações para operar em dezenas de cidades brasileiras, conquistados em negociação com o Ministério das Comunicações e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), tendo à frente o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, e o primeiro-secretário, deputado Eduardo Gomes (PSDB-TO).

A rede legislativa é um projeto criado em 2006 pela Câmara dos Deputados, para garantir a expansão do sinal da TV Câmara ao menor custo possível. Para isto, é usado o recurso da multiprogramação, que permite que o mesmo canal, 61, seja compartilhado por diferentes emissoras. A TV digital chega às casas dos telespectadores gratuitamente, em sinal aberto, com a emissora 24 horas no ar.

Com o canal aberto, a TV Câmara e das demais TVs legislativas poderão ampliar a audiência, antes só disponíveis nos serviços de TV por assinatura e antenas parabólicas.

São Paulo
A Rede Legislativa de TV digital está em operação na capital paulista há três anos, exibindo os sinais da TV Câmara (61.1), TV Assembleia (61.2) e TV Senado (61.3).

Em breve a Rede iniciará as transmissões de um canal das câmaras municipais da Grande São Paulo. O público potencial é de quase 20 milhões de habitantes da metrópole de São Paulo, que recebem o sinal aberto, gratuito, com alta qualidade.

Belo Horizonte e Porto Alegre
Em 12 de julho será inaugurada a operação em Belo Horizonte e em seguida Porto Alegre. Em todas estas capitais as mesmas parcerias se repetem.

Câmara assinou acordo de parceria com o Senado Federal que prevê a instalação da Rede Legislativa em todas as capitais brasileiras. Cada Casa Legislativa ficou responsável pela implantação em 13 capitais. A Câmara ficou responsável pelas seguintes capitais: São Paulo, Fortaleza, Belo Horizonte, Porto Alegre, Palmas, Cuiabá, Goiânia, Vitória, Salvador, Natal, Rio Branco, Pernambuco e Santa Catarina.

A Câmara dos Deputados identifica, agora, câmaras municipais interessadas em aderir ao projeto para solicitar novas consignações ao Ministério das Comunicações e levar a Rede Legislativa ao interior dos Estados.

Da Redação/ RCA
Agência Câmara