Moção de solidariedade aos educadores do Uruguai – CNTE

A CNTE vem a público manifestar solidariedade aos educadores(as) Uruguaios, no sentido de ser favorável à mobilização por maior financiamento para uma educação de qualidade. A luta pelor financiamento para a educação é uma forma estratégica de enfrentar as oscilações decorrentes das crises do neoliberalismo e de fortalecer a democracia com justiça social.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), entidade representativa de mais de 2,5 milhões de profissionais da educação básica pública no Brasil, vem a público manifestar solidariedade aos educadores(as) Uruguaios, no sentido de ser favorável à mobilização por maior financiamento para uma educação de qualidade. A luta pelor financiamento para a educação é uma forma estratégica de enfrentar as oscilações decorrentes das crises do neoliberalismo e de fortalecer a democracia com justiça social.

Esta semana, o Congresso brasileiro aprovou substitutivo contemplando o investimento de 10% do PIB para a educação, e esperamos que os demais países de nosso Continente siga esse exemplo, a fim de garantir a educação pública, gratuita, laica, democrática e de qualidade socialmente referenciada para todos e todas.

Brasília, 28 de junho de 2012
Roberto Franklin de Leão
Presidente