Trabalho infantil ainda é realidade para milhões de brasileiros

Franzino e com o sonho de cursar uma faculdade de direito, W.A., de 13 anos, passa parte do dia garimpando clientes com seu carrinho abastecido de picolés de diversos sabores. Assim como ele, 3,67 milhões de brasileiros de 5 a 17 anos têm alguma ocupação.
Tal universo corresponde a 8,6% do total de brasileirinhos nessa faixa etária – 62,8% dos garotos e garotas nessa situação moram em área urbana. O total de jovens que exercem alguma profissão já foi bem maior.
Em 1999, por exemplo, eram 6,63 milhões de crianças. Apesar do recuo de 44,6%, o saldo de 3,67 milhões ainda merece maior atenção do poder público e da sociedade. O balanço foi divulgado no IV Encontro Internacional Contra o Trabalho Infantil, que aconteceu em São Paulo.
Imaginem os dados do Ceará, em que o governo do estado gasta com lagosta e caviar enquanto o sertanejo se alimenta de calango e rato para sobreviver e nem sabe se terá direito a uma vida adulta profissional…o trabalho começa mesmo na infância. Triste realidade!

Fonte: O Povo