Tablets chegam na sala de aula, acompanhados de preocupações

Em uma escola primária de Pequim, os alunos concentram-se em trabalhos de matemática e estudos de línguas. Eles não estão lendo o material em livros, mas nas telas de tablets ligados a uma rede de internet sem fio.

Cenas assim podem se tornar comuns depois que o governo de Pequim anunciou que vai destinar três milhões de yuans (cerca de US$ 482 mil) para promover a transformação de livros em papel para e–books.

No entanto, nem todos estão convencidos dos benefícios que os dispositivos podem trazer. Médicos e professores alertam para os problemas que o tablet pode causar na visão das crianças, enquanto os pais têm o receio a respeito do controle que os professores terão sobre as atividades dos alunos na internet.

do China Daily