Falhas em sistema atrapalham lotação de professores

Professores passaram o última dia antes do início do ano letivo fazendo lotação no Centro de Referência – ETHI ARCANJO

Parte do domingo “sagrado para o repouso” da professora Gorete Lopes foi de espera. Gorete e dezenas de docentes da rede pública municipal de Fortaleza ocuparam a véspera do começo do ano letivo 2013 com os trâmites de lotação necessários para a função, realizados no Centro de Referência do Professor, no Centro.

O procedimento, que ocorre todos os anos, começou quarta-feira, 13, e deveria ter sido concluído no sábado, 16. O trâmite foi prorrogado até ontem por problemas na Internet do centro, segundo o coordenador de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal da Educação (SME), Paulo Belezia. E ontem ainda houve problemas: o atendimento demorou a começar ainda por causa da Internet. As falhas foram corrigidas ontem por volta das 10 horas. Isso gerou muitas reclamações dos professores. Alguns chegaram ao local antes das 6 horas. “Está muito desorganizado”, afirma Gorete.

O coordenador afirma que a lotação presencial só foi necessária para cerca de 20% dos professores do Município. “Aqui (no Centro de Referência do Professor) fica o público restante que não consegue lotação (na própria escola)”. A expectativa era lotar docentes em todas as turmas do ano letivo, que começa hoje. “Os problemas foram pontuais”, citou Belezia.
Reclamações

A professora Artemis Martins avalia a necessidade de lotação presencial como “desnecessária”. Ela teve problemas ao acessar o sistema da escola e precisou ir ao centro. “Eu vou entrar amanhã (hoje) em sala porque os alunos vão, mas, oficialmente, não estou na turma”, diz. Isso acarreta problemas no planejamento das aulas, apontaram alguns docentes.
Já o professor de Matemática Diego Machado abriu mão da seleção para diretores, que ocorreu na manhã de ontem, por medo de não ser lotado. “Corria o risco de ficar sem as turmas. Ano passado, a gente fez (a lotação) de casa, no sistema. Não precisou confirmar nada”.
Serviço

Para resolver pendências na lotação, os professores devem se dirigir ao Núcleo de Atendimento ao Professor durante esta semana.

Endereço: rua Barbosa de Freitas, 2.267

Telefone: (85) 3459 5929

ENTENDA A NOTÍCIA
Na quarta-feira, 13, primeiro dia de lotação dos docentes,

o sistema falhou. Os atendimentos agendados para aquele dia foram transferidos para o seguinte, o que atrapalhou todo o processo e gerou reclamações.

Saiba mais

Professores reclamaram que tiveram que voltar ao Centro de Referência do Professor algumas vezes durante o período de lotação. Isso ocorreu porque a falha na Internet na quarta-feira “empurrou” os atendimentos agendados para outros dias.
A lotação, que é procedimento normal e ocorre todos os anos, não pode ser feita online em alguns casos devido, entre outros motivos, à mudança de profissionais na rede ou nos casos em que a turma não se forma, conforme Paulo Belezia.

O Povo