UFC se engaja na luta pelos 100% dos royalties do petróleo para educação

Atualmente, os royalties do petróleo são aplicados, principalmente, em obras de infraestrutura

A Universidade Federal do Ceará (UFC) irá se engajar na campanha que propõe aplicar 100% dos royalties do petróleo em educação, conforme garantiu o reitor Jesualdo Farias em encontro o senador Inácio Arruda, na última segunda-feira, 11.

O senador tem projeto de lei a respeito do assunto e espera o engajamento de toda a bancada federal cearense para aprová-la. Jesualdo ressalta que os recursos seriam aplicados em educação de todos os níveis: da educação infantil a cursos de pós-graduação.

Atualmente, os royalties do petróleo são aplicados, principalmente, em obras de infraestrutura, mas para o reitor direcionar os recursos para a área educacional é uma maneira de investir em um bem definitivo.No início de abril, quando começa o primeiro semestre de 2013 na UFC (o calendário foi adaptado em decorrência da greve de professores do ano passado), serão feitas manifestações em todos os campi da Universidade, em Fortaleza e no Interior (Cariri, Sobral e Quixadá), segundo informou o reitor, que diz contar com a adesão de lideranças estudantis, servidores e professores. “O objetivo é sensibilizar a população a se engajar nessa luta”, acrescentou.

Jesualdo Farias comunicou ao senador Inácio Arruda que já levantou a bandeira no sentido de destinar 100% dos royalties do petróleo à educação, em duas entidades de que é integrante: o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CNCT) e a Associação Nacional dos Docentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

O Povo