Professores usam redes sociais para integrar a turma

Luiz Fernando da Silva criou aplicativo para compartilhar imagens e vídeos na USPFoto: Michel Filho / Agência O GloboDocentes compartilham conteúdo acadêmico com seus estudantes e tiram dúvidas por meio do espaço virtual

MARIANA MOREIRA

RIO – Na hora de sugerir mudanças num cartaz que um aluno fez para a disciplina de Linguagem Gráfica, a professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Andréia Resende recorre ao Facebook. Além do ensino regular em sala, ela aproveita a rede social para ampliar as possibilidades de troca de informação e de referências.

— O compartilhamento de informações é uma demanda da contemporaneidade. Uso referências da rede como material didático e compartilho no Dropbox e no Facebook — diz a professora.

Assim como Andréia, outros professores e alunos enfrentam o desafio de usar todo o potencial educativo das redes sociais e aplicativos. Os sites de relacionamento se tornaram um novo e experimental ambiente para o compartilhamento de conteúdo entre professores e alunos. Grandes universidades ainda engatinham nesse assunto, mas experiências interessantes começam a surgir, aos poucos, pelo país. Como a de Luiz Fernando Ferraz da Silva, professor de Patologia Geral da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Ele criou, no ano passado, um aplicativo que serve como um hub de imagens, vídeos da disciplina espalhados pelas redes. O desafio, diz ele, é a mobilidade do conteúdo, que será cada vez mais descentralizado.

— O ambiente virtual é um complemento do ensino. O desafio do futuro é disponibilizar ao aluno o acesso ao conteúdo para que ele possa estudar onde estiver — diz Silva, ao avaliar que o aplicativo reflete a reformulação da dinâmica do aprendizado.

Conhecido por levar conceitos bastante inovadores ao método de ensino, o Colégio Estadual José Leite Lopes, o Nave, na Tijuca, usa Facebook para divulgar trabalhos de grupo. Já o Colégio e Curso de _A_Z, utiliza o Formspring para orientar alunos sobre carreira e vestibular. O professor Bruno Rabin afirma que o importante é acompanhar as ferramentas.

— Criamos um blog há anos. Hoje, o Facebook e o Formspring nos conectam imediamente com os nossos alunos — observa Rabin.

Para seguir e curtir

@prof_Jubilut

Com mais de 36 mil seguidores, o perfil do professor Paulo Jubilut no Twitter é uma boa pedida para quem quer colocar em dia os estudos em Biologia. Além das dicas em 140 caracteres, você também pode aprender no site Biologia total.

@tioivys

É só começar a seguir a página do professor Ivys Urquiza Galvão no Twitter para ficar por dentro dos mais diversos assuntos, como corrente elétrica, termometria e movimento retilíneo uniforme. A física também é tema do seu blog.

História & Vestibular

Nesta página do Facebook você encontra textos, vídeos, infográficos e resoluções de questões de História para o vestibular.

Eduardo Sabbag

@professorsabbag dá dicas de Direito Tributário e Língua Portuguesa no Twitter e no Facebook.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/topico-formou/professores-usam-redes-sociais-para-integrar-turma-7717599#ixzz2MftVnZiv
© 1996 – 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.