Professores de inglês da rede pública podem fazer curso de aperfeiçoamento nos EUA

Mariana Tokarnia
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Professores de inglês da rede pública interessados em aperfeiçoar o idioma terão a oportunidade de fazer um curso intensivo de seis semanas em universidades dos Estados Unidos. Para participar da seleção, devem fazer a inscrição até o dia 14 de fevereiro no site da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A seleção faz parte da quinta edição do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos da Capes.

Ao todo serão ofertadas 540 vagas e serão selecionados até 20 professores por unidade da Federação. De acordo com a Capes, mais de 2 mil professores estão aptos a concorrer pelas vagas.

Para participar o professor deve ser concursado, ter concluído o estágio probatório, estar ministrando a disciplina de inglês, ter nacionalidade brasileira e realizar o Test of English as a Foreign Language (Toefl) do  ITP (Institutional Testing Program) a fim de avaliar o nível de proficiência em língua inglesa.

Na inscrição, o candidato deve informar o local que deseja realizar a prova, que será aplicada de 23 de fevereiro a 10 de março. Além disso, ele não pode estar recebendo bolsa ou benefício financeiro de outras entidades brasileiras ou norte-americanas.

Os selecionados serão beneficiados com emissão gratuita de visto pela Embaixada dos EUA no Brasil, passagem aérea internacional de ida e volta, ajuda de custo de US$ 500, seguro-saúde, alojamento no campusuniversitário, alimentação, taxas escolares e material didático.

A divulgação do resultado final está prevista para 26 de abril e o embarque para os EUA, para os dias 21, 22 ou 23 de junho, com retorno nos dias 2, 3 ou 4 de agosto de 2013.

Edição: Fábio Massalli

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil.