IFCE: revolução silenciosa

Muda hoje o comando do Instituto Federal de Educação, Ciência, e Tecnologia no Ceará (IFCE), instituição que faz uma silenciosa e radical revolução na área do ensino neste Estado. Seu reitor, Cláudio Ricardo Gomes de Lima, deixará a função para assumir a Secretaria do Trabalho da Prefeitura de Fortaleza, cabendo-lhe também as áreas de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Ou seja, ele vai assoviar e chupar cana, ao mesmo tempo. Cláudio Ricardo expandiu de seis para 23 os campi do IFCE no interior do Estado, ampliou para 165 os cursos da instituição, 65 dos quais de graduação. E tem mais: formalizou 17 parcerias internacionais que permitem o estágio de seus alunos e pós-graduados do IFCE no estrangeiro. Gol!!

Diário do Nordeste