Brasil e Chile firmam acordo para estreitar relações educacionais

Os ministros da Educação do Brasil, Aloizio Mercadante, e do Chile, Harald Beyer Burgos, assinaram no sábado, 26, memorando de entendimento para cooperação educacional. Este é o primeiro documento firmado entre os dois países sobre o tema.

O acordo estabelece áreas prioritárias para o desenvolvimento conjunto, com ênfase nas áreas de pós-graduação, educação superior, educação profissional e tecnológica, educação básica, indicadores e avaliação educacional, educação a distância e inclusão digital.

A cooperação pode ainda incluir ações nos campos de intercâmbio e aperfeiçoamento de professores, pesquisadores, estudantes e gestores educacionais; realização de seminários e eventos; estabelecimento de consórcio binacional de universidades, institutos binacionais de pesquisa e doutorado; políticas comuns de credenciamento de cursos com vistas à convalidação de títulos e diplomas; elaboração de projetos de cooperação técnica e investigação científica e intercâmbio de bibliotecas e material didático.

O encontro entre os ministros fez parte da agenda da comitiva da presidenta da República, Dilma Rousseff, em visita ao Chile.

Assessoria de Comunicação Social

MEC