Programa nacional é inspirado em ideia do CE

O intuito do projeto é fazer com que os alunos das escolas públicas estejam alfabetizados até os oito anos de idade

Brasília (Sucursal). O governador do Ceará, Cid Gomes, participou, ontem, do lançamento, no Palácio do Planalto, do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), que tem como objetivo garantir que todos os alunos das escolas públicas de ensino estejam alfabetizados até os oito anos de idade. O programa, segundo reconheceu a própria presidente Dilma Rousseff durante a cerimônia, foi inspirado no modelo de sucesso cearense, chamado Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic).

O projeto do governo prevê o desembolso de R$ 2,7 bilhões, além da garantia de que os alunos leiam, interpretem e façam, pelo menos, as contas básicas de matemática até os oito anos de idade FOTO: MARÍLIA CAMELO
De acordo com Dilma, “o Pnaic é o caminho fundamental para a igualdade. Sem ele, não teremos igualdade de oportunidades efetivas em nosso País. Com o pacto, estamos nos comprometendo a enfrentar um quadro preocupante de desigualdades”, explicou a presidente.

O projeto do governo prevê o desembolso de R$ 2,7 bilhões e a garantia de que os alunos leiam, interpretem e façam, no mínimo, as contas básicas de matemática até a idade já citada.

Entre as principais ações do plano, estão cursos de formação continuada para os 360 mil professores alfabetizadores (docentes do 1º ao 3º ano do ensino fundamental), compra de 60 milhões de livros para o uso na sala e realização de prova universal para avaliar o nível de alfabetização dos alunos ao final do ciclo.

De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), os professores receberão bolsa mensal no valor de R$ 150 para participar do curso de capacitação. Os orientadores receberão R$ 750. A despesa com a formação continuada é estimada em R$ 750 milhões.

Sobre o modelo cearense, Dilma Rousseff acrescentou: “por isso, é tão importante que lá em Sobral, um prefeito e hoje governador tenha mostrado que encarar a alfabetização na idade certa não só é possível como foi realizado. Faz parte da realidade do Ceará. O governador Cid Gomes não está aqui mera e simplesmente representando os Estados, ele está aqui porque está sendo homenageado pelas boas práticas na educação como prefeito e agora como governador”.

História

A respeito do reconhecimento do governo federal ao trabalho desenvolvido no Ceará, Cid declarou que “esse é um momento histórico, que eu tenho muito orgulho e o privilégio de participar. Eu quero deixar um depoimento de que o resultado é obtido em um curto espaço de tempo. Investir, com orientação, com profissionalismo, em qualidade da educação é coisa que se consegue um resultado e reconhecimento muito próximo, dentro de um mandato”.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, avalia que os resultados do pacto começarão a ser sentidos já a partir de 2013, quando haverá uma avaliação, organizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), para todos os alunos do 3º ano do ensino fundamental. Além desses alunos, as crianças do 2º ano também serão avaliadas em 2014.

O programa do governo federal prevê uma premiação de boas experiências que ainda terá seu modelo definido pelo MEC, em parceria com os gestores estaduais e municipais de educação.

Serão distribuídos R$ 500 milhões em prêmios a cada ano. A proposta é que toda a rede – diretores, coordenadores, professores – sejam premiados. A primeira celebração deve ocorrer no fim de 2013.

ANE FURTADO
REPÓRTER

Diário do Nordeste