Enem cai na internet e MEC elimina 65 candidatos

 

O MEC (Ministério da Educação) eliminou mais 28 candidatos por publicarem fotos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em redes sociais ontem (4). Ao todo, 63 estudantes foram eliminados nos dois dias de avaliação.

Ao serem identificados, os estudantes foram retirados das salas de aplicação do exame. É proibido entrar na sala de prova com celular ou outros equipamentos eletrônicos. Ao todo, 65 estudantes foram retirados de sala nesta edição do Enem, outros 37 já haviam sido identificados pelo Ministério da Educação ontem. Alguns casos aconteceram antes do início das provas, quando fiscais viram os jovens fotografando cartões de respostas.
“O trabalho de acompanhamento de mídia eletrônica foi muito bem feita pela equipe, e infelizmente os estudantes foram prejudicados”, afirmou o ministro Aloizio Mercadante (Educação) em coletiva de imprensa neste domingo.

Segundo o edital do Enem, o participante deveria guardar “em embalagem porta objetos fornecida pelo aplicador, telefone celular desligado, quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados e outros objetos”.
Essa embalagem deve ser mantida embaixo da carteira do candidato até a conclusão da prova. O ministério informou que aqueles que não foram flagrados no momento da postagem ainda poderão ser desclassificados caso as mensagens sejam encontradas nas redes sociais mesmo depois da realização do exame.

No ano passado, ao menos oito jovens foram desclassificados por tuitarem dentro das salas no primeiro dia de provas.

PROVA

Ao todo, 5,8 milhões pessoas se inscreveram no Enem neste ano. No primeiro dia, responderam a questões de ciências humanas e ciências da natureza. Hoje foram aplicadas as provas de linguagens, códigos e matemática, além da redação, que representa 50% da nota total. O tema da dissertação era “o movimento imigratório para o Brasil no século 21”.
A previsão é de que os gabaritos do exame sejam divulgados na próxima quarta-feira (7). Os resultados gerais da prova devem sair no dia 28 de dezembro.