Proposta de Orçamento para 2013 entra em tramitação

Um dos pontos mais importantes que ainda restam para a atual legislatura da Câmara é a votação do Orçamento municipal para 2013, primeiro ano de Roberto Cláudio (PSB) à frente da gestão. A matéria com a proposta de Lei Orçamentária, que prevê R$ 5,5 bilhões para o próximo ano, foi encaminhada ontem à Comissão Conjunta de Legislação e Orçamento. O Orçamento previsto tem mais de R$ 500 milhões a mais do que o deste ano, que foi de pouco mais de R$ 5 bilhões.

 

A maior parte do Orçamento proposto é destinada à Saúde: R$ 1,23 bilhão, o que corresponde a 22,18% do total. Em seguida aparece a área de Educação, com 1,01 bilhão: 18,17% de todos os recursos previstos para o ano que vem.

 

Para o gabinete de Roberto Cláudio, estão previstos R$ 45 milhões, R$ 2 milhões a mais que o que foi destinado no último ano da gestão de Luizianne Lins.

 

A verba destinada à Câmara aumentou de R$ 114 milhões para R$ 125 milhões. Parte disso se deve ao crescimento da bancada, que atualmente tem 41 vereadores e contará com 43 a partir de janeiro.

 

O presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT), informou que será realizado um seminário no próximo dia 8 para começar a discutir a proposta orçamentária. Segundo ele, o projeto será debatido pelos atuais 41 vereadores juntamente com os 20 novos que foram eleitos para a próxima legislatura.

 

Além disso, o seminário será aberto à participação da sociedade. Várias emendas à proposta original são normalmente apresentadas pelos vereadores. A votação final geralmente ocorre na primeira quinzena da dezembro.

(MR)

O Povo