Decreto garante formação de professores

alt

Equipes de trabalho formarão professores do Fortaleza Alfabetizada e do Sistema Municipal de Ensino

A Prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, assina, nesta sexta-feira (19/10), decreto de criação de duas equipes especiais de trabalho: uma para formação inicial de professores do Fortaleza Alfabetizada e outra para formação continuada de professores do Sistema Municipal de Ensino. O evento será a partir das 10h, no Paço Municipal (Centro).

O Fortaleza Alfabetizada é um programa realizado pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com o Governo Federal para alfabetizar pessoas tem tenham mais de 15 anos e que não tiveram a oportunidade de estudar. Hoje, possui 1.450 turmas e beneficia cerca de 24 mil alunos na Cidade. O Programa, que foi implantado em fevereiro 2012, utiliza o método cubano de alfabetização de jovens e adultos “Sim, eu posso”, que já é sucesso em 26 países e desenvolvido pelo Instituto Pedagógico Latino-Americano e Caribenho (IPLAC).

Os que desejam atuar no programa como professores devem ter pelo menos o ensino médio completo e formar turmas de, no mínimo, 15 alunos. Em seguida, realizar o credenciamento junto a Secretaria Municipal de Educação (SME). Para esses professores, que a nível nacional trabalham em regime de voluntariado com bolsa do Ministério da Educação (MEC) no valor de R$ 250,00, a Prefeitura de Fortaleza garante complemento de R$ 180,00 por turma, sendo a única do Brasil que disponibiliza esse bônus.

Já a criação do grupo para formação continuada dos professores municipais, prevê efetivo composto por educadores da Rede Municipal. Ao todo 35 professores já estão sendo capacitados. Esses profissionais atuarão na formação continuada de outros professores através de encontros periódicos com docentes da Educação Infantil e Ensino Fundamental.

SME Fortaleza