Ministro pede propostas a secretários para mudar ensino médio já em 2013

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, pediu para que os secretários estaduais de educação façam um esforço para, o mais breve possível, definir suas propostas de mudanças para melhorar o ensino médio. A solicitação foi feita na abertura do III Encontro Ordinário do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), realizado nesta quinta-feira, 18, em Florianópolis.

O encontro serviria para que os secretários de educação encaminhassem as propostas ao Ministério da Educação. No entanto, o documento não foi concluído e os secretários continuarão o debate nos estados, de forma a entregar o documento final até 7 de dezembro. Mercadante solicitou a antecipação do prazo para que os avanços na educação já sejam aplicados no ano letivo de 2013. “Os estados precisam defender a proposta do MEC para que todos os royalties do petróleo sejam destinados à educação”, disse o ministro.

O encontro dos secretários termina nesta sexta-feira, 19. Os secretários dos estados reconhecem a necessidade de um pacto nacional, mas querem preservar a identidade local nos temas. O ministro Aloizio Mercadante também disse que programas do governo estão incentivando a melhoria do ensino médio, tais como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e, mais recentemente, a Lei de Cotas.

Assessoria de Comunicação Social

MEC