FORTALEZA Programa alfabetiza 3.200 adultos

Aprender a ler depois dos 14 anos de idade. Ontem, 3.200 alunos receberam o certificado do Programa Fortaleza Alfabetizada, realizado por seis meses. Uma técnica importada de Cuba, chamada “Sim, eu posso”, que funciona como uma telenovela, transmitida em salas de aula com, no máximo 14 alunos.

O programa prevê que, a partir de três meses, os alunos já comecem a ler e escrever, foi iniciado em fevereiro e, ontem, os alunos foram os primeiros a concluí-lo. Entre os participantes, os idosos são maioria e, como já possuem conhecimentos básicos sobre matemática e português, a didática faz uso das relações entre letras e números. O programa não tem caráter profissionalizante e os principais objetivos dos alunos são adquirir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e assinar a carteira de identidade.

Atualmente, o Fortaleza Alfabetizada possui 1.450 turmas, beneficiando 24 mil alunos em Fortaleza. As turmas têm aulas à tarde e à noite, em escolas públicas e espaços da sociedade civil. A Prefeitura investiu em corpo docente e material e o Ministério da Educação (MEC) disponibiliza recursos para parte do pagamento dos coordenadores e professores e faz a gestão das turmas através do credenciamento, controle e frequência.

O Estado – CE