Para Mercadante, renda do petróleo deveria ir para escola pública

Alozio_MercadanteDurante audiência pública realizada em julho na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, defendeu — poucos dias após a aprovação do projeto pela comissão especial da Câmara dos Deputados — solução alternativa para a ampliação dos recursos a serem aplicados na educação pública.

Segundo o ministro, em vez de estabelecer em lei o investimento mínimo de 10% do PIB, sem especificar a fonte dos recursos, o Congresso Nacional poderia direcionar às salas de aula parcela dos royalties do petróleo.

— Qual é a discussão verdadeira? É de onde virão os recursos. Por que não se estabelece vinculação dos royalties de petróleo com a educação em todos os níveis? Se houver uma fonte de financiamento, então será para valer.

Espero que o Senado abra esse debate. Com os royalties, faremos a revolução de que o Brasil precisa na educação — sugeriu.

(Agência Senado, 26.09.12)