Impasse entre professores das federais pode ser resolvido hoje

Impasse entre professores pode começar a ser decidido hoje. Sindicato da categoria avalia petição – GEIMISON MAIA

Hoje será o dia D para o impasse entre docentes da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o sindicato da categoria.

Está previsto que o Sindicato dos Docentes das Universidade Federais do Estado do Ceará (Adufc) manifeste-se sobre a segunda petição entregue pelos professores, na qual pedem a realização de uma nova assembleia para decidir sobre a continuidade ou não da greve.

Caso o sindicato decida por não realizar a assembleia, um grupo de 118 professores discordantes das decisões da Adufc aprovou, em encontro realizado ontem, a convocação de uma nova assembleia para terça-feira, 4, às 8 horas.

O reitor da UFC, Jesualdo Farias, informa que a instituição vai aguardar o desenrolar dos fatos de hoje e anuncia que uma decisão sobre o calendário universitário será tomada ainda nesta sexta, com a definição da data para o início das reuniões do Conselho de Pesquisa, Ensino e Extensão (Cepe).

O grupo de professores também entregou um ofício à Comissão de Direito Sindical da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no qual denuncia atos de autorismo da direção da Adufc, como recusa da primeira petição que solicitava a realização de assembleia e o adiamento do plebiscito que decidirá sobre a desfiliação da Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes).

O documento também será enviado ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Os professores estudam adotar medidas judiciais contra a diretoria do sindicato. Docentes também questionaram o fato de a Adufc ter aceito um abaixo-assinado solicitando o adiamento do plebiscito sobre a desfiliação ao Proifes, que estava marcado para ontem e hoje, sem apresentar as assinaturas da petição.

O POVO ligou seis vezes para a assessoria de imprensa da Adufc e três vezes para o vice-presidente Ricardo Thé na noite de ontem. Nenhuma das ligações foi atendida.

Quando

ENTENDA A NOTÍCIA

Um grupo de professores realizou, na tarde de ontem, uma assembleia extraoficial para discutir os rumos do movimento grevista na UFC e Unilab. Eles criticam a condução dada pela Adufc para o final da greve

Geimison Maia

O Povo