Sobral conta com 27 escolas públicas de primeiro mundo

A pesquisa foi feita em 84 escolas. O estudo calculou o nível de pobreza de todas as unidades públicas

A Escola Raimundo Pimentel Gomes atingiu o maior Ideb da cidade. O acompanhamento dos alunos é feito dentro e fora do colégio, pelos pais e professores FOTO: JÉSSYCA RODRIGUES

Sobral Localizada a 238 quilômetros de Fortaleza, este Município tem destaque nacional na Educação Fundamental do País. Um estudo coordenado pelo economista Ernesto Martins Faria, da Fundação Lemann, para o jornal O Globo, identificou que escolas trabalhando com alunos mais pobres conseguiram atingir Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) maior ou igual a 6, no 5º ano do Ensino Fundamental, que é considerado pelo Ministério da Educação como um padrão da nação desenvolvida. Das 84 escolas destacadas, 27 eram de Sobral. O estudo calculou o nível de pobreza de todas as instituições públicas do País.

A Rede Municipal de Ensino de Sobral obteve nota de 7,3 no de 2011, que avaliou alunos do 5° ano do Ensino Fundamental, em todo o Brasil. O resultado foi divulgado no último dia 14, pelo Ministério da Educação (MEC). O desempenho das escolas de da Princesa do Norte ficou acima da média do Ceará, que foi de 4,9, e, também, acima da média nacional, de 5,0.

De acordo com Assessoria de Imprensa da Prefeitura, das 35 escolas avaliadas pelo Ideb, 34 figuram entre as 100 melhores da região Nordeste, e nove delas estão também entre as 100 melhores do País. A avaliação do Ideb apontou a Escola Raimundo Pimentel Gomes (Caic), que alcançou a maior nota com 8,0, em quarto lugar na relação das melhores unidades do Estado. A diferença entre ela e a primeira colocada é de 0,1 ponto. Já no ranking nacional, a instituição aparece na 17º posição.

Conforme a avaliação do Ideb, na lista das dez melhores escolas municipais do Ceará, quatro são de Sobral. Além da Escola Raimundo Pimentel Gomes, integram a lista as escolas: José Ermírio de Moraes, em sexto lugar, com nota 7,9; Emílio Sendim, em oitavo lugar, com nota 7,8; e José da Matta e Silva, em nono lugar, com nota 7,8. O menor índice da rede municipal de Sobral (Escola Pery Frota) foi de 6,4, sendo ainda superior do que a média nacional.

Em 2009, a cidade de Sobral teve o maior Ideb do Estado. Neste ano, recebeu o prêmio Escola Nota Dez para 29 instituições públicas de ensino.

Trabalho

Para o secretário de Educação do Município, Júlio César Alexandre, essas premiações e menções são o reflexo do trabalho que vem sendo implantado ao longo da última década, tanto na sede do Município quanto nos distritos. Um dos pontos destacados como fundamentais é o trabalho em grupo. Não apenas o Município investe como também acompanha as melhorias.

De acordo com ele, todas as escolas da rede municipal de ensino possuem um padrão de qualidade. “Seja na sede do Município, distrito ou localidade, todas as escolas de Sobral foram muito bem. Das 41 escolas municipais, 35 foram avaliadas e apenas uma não se destacou”, afirmou o secretário.

Dentro das escolas, cada diretor tem forte contribuição na qualidade do ensino. “O acompanhamento do aluno é feito de perto. Se ele falta ou não entrega a tarefa, o pai é acionado para que haja um diálogo entre aluno, professor e família”, diz.

Investimento

Segundo as informações fornecidas pela Prefeitura de Sobral, será feito um investimento de R$ 70 milhões no Programa Escola Aprender Melhor. As ações são separadas em três vertentes: infraestrutura, valorização do professor e gestão focada em aprendizagem.

Com esse programa, estão previstas as construções de Centros de Educação Infantis, Escolas de Ensino Fundamental e quadras esportivas, além das ampliações e melhorias nas escolas já existentes. Haverá, ainda, a implantação da Escola em Tempo Integral, onde estão previstas as construções de duas unidades como projeto piloto.

A valorização profissional é um ponto importante para o secretário. “O último concurso público abriu vaga para 160 professores de Ensino Infantil e Fundamental. Além disso, a Prefeitura aumentou a gratificação por produtividade”, destacou. Atualmente, o Município conta com 1.873 professores atuando na rede de ensino.

A estudante Maria Clara do Nascimento cursa o 5º ano do Ensino Fundamental e sua mãe, Lúcia Nascimento, está sempre atenta aos resultados das avaliações da filha. “Ela tem que manter as notas sempre acima da média. Olho todos os dias as tarefas de casa. Aqui, o acordo é o seguinte: estudo primeiro e diversão depois. Fazendo todas as tarefas ela pode ir brincar com os colegas”, destacou.

Satisfação

Os operários José Luis Lopes e Maria Araújo Lopes têm dois filhos, ambos estudando em escolas destacadas como referência nacional. A mais velha, Maria Conceição Lopes, cursa o quarto ano e a mais nova, Maria Cristina Lopes, o segundo ano. De acordo com eles, é reconfortante a ideia de que suas filhas possuem um ensino de qualidade.

“Sempre estivemos muito apreensivos, pois sempre escutamos que apenas escolas particulares poderiam dar um futuro a nossas filhas, mas, com o destaque que as escolas delas estão recebendo, acabamos percebendo que, às vezes, há um certo preconceito de parte da população, que relaciona escola com status”, disseram.

Mais informações:

Secretaria da Educação de Sobral

Rua Viriato de Medeiros, 1250 Centro – Sobral

Telefone:

(88) 3677.1190

JÉSSYCA RODRIGUES
COLABORADORA

Diário do Nordeste