Ato público em defesa das cotas em universidades será realizado em Fortaleza

Professores, estudantes, movimentos sociais da educação e de políticas raciais, participam de uma manifestação pública em defesa do sancionamento, pela presidente Dilma Rousseff, do Projeto de Lei das Cotas e pela imediata implementação da reserva de vagas pelas universidade públicas do Ceará.

Partida
A concentração para o Ato está marcada para às 8horas da manhã, na Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, de onde os manifestantes partirão pela avenida 13 de Maio em direção à reitoria da UFC.

Números
Organizadores no ato público dizem que, atualmente, estão matriculados no ensino médio 8.357.675 estudantes, sendo 88% na rede pública e 12% em estabelecimentos privados. Por outro lado, das 244.263 matrículas nas universidades públicas, apenas 36.639 (15%) são de estudantes vindos do ensino público; no intuito de reverter este quadro diversas instituições públicas – como UnB, USP e UERJ – de ensino superior já adotaram os sistemas de cotas, todas com comprovada eficiência do modelo e elevado rendimento dos estudantes cotistas.

Por 

Jangadeiro Online

 

“Alunos e professores das escolas públicas, com o total apoio do Coletivo de Raça e Etnia do Sindicato APEOC, realizam grande Caminhada MOVIMENTO COTAS JÁ! A concentração dos manifestantes para a Caminhada pelas cotas raciais e sociais na educação, ocorre às 08 horas desta quarta-feira na Escola Estadual Adauto Bezerra, Rua Monsenhor Liberato, 1850, Bairro de Fátima (próximo ao Centro de Humanidades da Universidade Estadual do Ceará – UECE).” (Fonte: APEOC). Helder Cordeiro