Presidente renuncia em carta de sete linhas – ADUFC-SINDICATO

A carta de renúncia de Marcelino Pequeno é sucinta. Tem apenas sete linhas que comunicam seu desligamento da presidência do Adufc-Sindicato e da segunda secretaria e composição do Conselho Deliberativo da Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes).

“Agradeço ao apoio e à colaboração dos diretores e muitos professores durante nossa gestão. Tenho confiança que deixo a Adufc em mãos mais adequadas às circunstâncias do momento”, resumiu ele. O POVO tentou falar com Marcelino Pequeno, mas o celular dele estava desligado até o fechamento da edição.

Situação e oposição concordam quanto à delicadeza do momento. “Demonstra a fragilidade de conduzir um processo tão importante para a categoria”, defendeu o professor da UFC Cariri, Ricardo Salmito.

“A carta é sucinta, mas representa o momento. O professor Marcelino chegou a ser achincalhado. O clima é de intranquilidade, tensão e divisão. O momento é de indefinição. Mas nossa expectativa é de que se

chegue a um bom termo durante essa semana”, contrapôs a diretora do sindicato, Mirtes Amorim. (BC)

Bruno de Castro

O Povo