Dilma defende educação como prioridade para o País

A presidente da República, Dilma Rousseff, defendeu nesta segunda que a educação é o pano de fundo do desenvolvimento de um país. Segundo ela, o Brasil precisa chegar ao nível de conhecimento similar ao dos países desenvolvidos. “Somos um país que tirou 40 milhões da pobreza. Demos passos largos, mas sabemos também que temos um acúmulo de miséria que precisamos superar. Ainda temos 16 milhões de brasileiros na miséria. Temos que garantir riqueza, temos que garantir que uma grande parte do País seja de classe média, que tenha oportunidades”, disse Dilma, durante a premiação da 7ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, realizada no Rio de Janeiro.

Descontraída, Dilma brincou com os problemas de som durante seu discurso. Mas ela foi enfática ao frisar que o governo atual tem investido no acesso de jovens a universidades estrangeiras. Segundo a presidente, iniciativas como estas podem ampliar o nível de produtividade da economia brasileira. “É isso que queremos quando financiamos 100 mil bolsas até 2014 para estudantes no exterior”, afirmou. Olhando para a plateia de estudantes, Dilma completou: “É a vida de vocês que vai permitir que o Brasil cresça no caminho do desenvolvimento.”

No evento, a presidente lembrou que a escola tem como benefícios criar oportunidades para uma parcela da população que não nasceu com condições financeiras e garantiu que a meritocracia é o caminho para o Brasil.

“Ninguém aqui perguntou quem era o pai ou a mãe de cada um de vocês. O que vemos é o esforço de cada um, ultrapassando as barreiras que a vida impôs. Este e o caminho do Brasil”, concluiu.

Agência Estado