Pedofilia em série no Chile

O Ministério Público do Chile anunciou que mais de 120 escolas estão sendo investigadas na capital, Santiago, por suspeita de abuso sexual contra crianças e adolescentes. A decisão é uma resposta a onda de denúncias –mais de 200, segundo a imprensa local.

A polêmica levou a uma intervenção direta do presidente chileno Sebastián Piñera, que estabeleceu uma série de medidas para combater a prática. Segundo o Ministério Público, no primeiro semestre deste ano houve um aumento de 22% no número de denúncias de abusos em Santiago em comparação com os primeiros seis meses de 2011.

“Nossa intenção como Procuradoria é perseguir os crimes sexuais contra meninos e meninas, seja onde for, independentemente de quem o cometa”, disse o procurador-geral da República, Sabas Chahuán.

O Povo