Mesmo com polêmica, greve dos professores chega ao fim

A votação contou com 159 votos favoráveis ao fim da paralisação, cinco contra e 11 abstenções.

O fim da greve dos professores das universidades federais do Ceará, que já durava 72 dias, chegou ao fim, ontem, durante assembleia realizada no auditório do Centro de Ciências do campus do Pici. A decisão, porém, exibe a polêmica da diversidade de opiniões entre a categoria. Após centenas de professores retirarem-se da assembleia em ato de protesto, a votação contou com 159 votos favoráveis ao fim da paralisação, cinco contra e 11 abstenções.

Conforme alguns professores, a assembleia teria sido solicitada para detalhar a reestruturação da carreira docente e do reajuste salarial, e não para decidir sobre o fim da paralisação. A professora de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará (UFC), Liana Amaral, afirmou que a inclusão de pautas para as assembleias devem ser feitas com 48 horas de antecedência, o que não aconteceu. “Isso foi um golpe da diretoria da Adufc nos professores da UFC”, disse.

O vice-presidente do Sindicato dos Docentes das Universidade Federais do Ceará (Adufc), Ricardo Thé, esclareceu que a assembleia foi autônoma para decidir sobre o encaminhamento, portanto, não é considerada inconstitucional. Ele explicou que, no dia 1º de agosto, o Governo Federal lançou sua proposta final de negociações, que foi rejeitada pela categoria e aprovada pela Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes). A primeira contraproposta recusada pelos professores foi no início do mês de junho.

CALENDÁRIO LETIVO
A diretoria do Adufc enviou petição ao reitor da UFC, Jesualdo Farias, que afirmou ter expectativa que o segundo semestre letivo tenha fim em janeiro de 2013. De acordo com o reitor, apenas na segunda-feira (27), haverá reunião junto aos diretores acadêmicos para definir o calendário letivo.

De acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce), será realizada uma assembleia nesta quinta-feira (23) para decidir pelo fim ou pela continuidade da greve da categoria. A assembleia ocorrerá a partir das 14h30 no pátio da Reitoria.

O Estado – CE