O que fazer na semana que antecede o Enem?

Especialistas indicam que os candidatos devem revisar o conteúdo visto, mas com tranquilidade e descontração

Fonte: Diário do Nordeste (CE)

Com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre neste fim de semana, 22 e 23 de outubro, aumenta a expectativa para a prova, afinal, o que está em jogo é o acesso à universidade.

De acordo com a Secretaria de Educação (Seduc), 83.733 alunos da rede estadual de ensino irão prestar o concurso no Ceará. A dúvida é o que fazer nos últimos dias que antecedem a prova. Especialistas aconselham que eles devem ser de tranquilidade e revisão dos conteúdos, mas de forma descontraída.

A estudante do 3º ano Thaís da Silva, 17 anos, da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, no Bairro de Fátima, não esconde o nervosismo.

Ontem, ela estava com mais duas amigas na porta da sala dos professores tirando algumas dúvidas. Tensa, conta que se dedicou bastante durante todo o ano, e que agora que chegou o grande momento parece que a ficha não caiu. “Ainda não acredito que chegou. Vou encarar com unhas e dentes”, disse.

A jovem afirmou que vai aproveitar esses dias para estudar redação, matéria em que possui maior dificuldade. Na próxima sexta-feira, véspera do teste, pretende continuar os estudos. “Vou dar uma olhada nas fórmulas, mas a prova chegou, o que tinha de ser já foi”, destacou.

Sem ansiedade
Jefrei Almeida Rocha, professor de Língua Portuguesa que estava esclarecendo as dúvidas da estudante, afirma que não adianta estudar na véspera do Enem, o que o aluno precisa fazer é revisar o conteúdo e evitar resolver questões difíceis, pois poderá fazer com que ele crie uma ansiedade e, se de repente ele não conseguir resolver alguma questão, isso o deixará mais inseguro para a prova.

“O bom é que busque rever questões que ele já resolveu, de preferência uma de cada conteúdo daquela disciplina”, aconselhou. Almeida destaca que a redação merece atenção especial, pois vale 2 mil pontos. Por isso a importância do aluno estar se inteirando dos noticiários e pesquisando quais temas foram mais discutidos nos últimos meses, com destaque nacional e internacional.

Outro ponto que merece atenção redobrada é a interpretação de texto, não só na prova de Português, mas em todas as disciplinas. “O aluno deverá estar atento desde o enunciado. Têm questões de matemática que ele resolve só lendo a tabela, interpretando o gráfico, o cálculo que vai ser exigido é muito pouco.

E têm alunos que sabem o cálculo, todas as fórmulas, mas, por não conseguir entender o que está sendo cobrado, acaba se dispersando. Temos de atentar para os detalhes na escrita do enunciado. É isso que faz a diferença”, analisa Almeida.

Relaxamento
Outras dicas que o professor dá são: aproveitar a véspera da prova para assistir um filme, escutar música, ter uma alimentação leve e dormir cedo.

“Nada de ir para a balada na sexta-feira e, se sair, voltar cedo, no máximo às 21h. É importante que o aluno durma o máximo possível e, pela manhã, não cometa um erro que alguns cometem, que é pegar fórmulas e ficar revendo de última hora, pois ele sempre vai observar que esqueceu alguma e isso pode prejudicar na hora da prova”.

A estudante Caroline Nogueira, 16 anos, vai prestar vestibular para administração e disse estar confiante no seu bom desempenho. Ela afirma que recebeu total apoio dos professores, inclusive psicológico, além de um excelente material, por isso, acredita que está pronta para a decisiva prova.

“Já vinha estudando nos anos anteriores, mas, somente agora, no 3º ano, percebi o quanto a universidade é importante para o nosso futuro, então passei a estudar cada vez mais”, relatou Caroline.

Nessa reta final, a estudante conta que está aproveitando os intensivões, mas na véspera pretende descansar, conversar com amigos, ir à praia. “Não adianta eu me sacrificar agora, pois o que eu tinha que estudar já estudei durante o ano todo”.

LUANA LIMA, REPÓRTER