Servidores federais realizam passeata em Fortaleza

SINDICATO DOS SERVIDORES FEDERAIS/DIVULGAÇÃO

Os servidores públicos de órgãos federais em greve no Ceará realizaram uma passeata na manhã desta quinta-feira, 9, em Fortaleza. O protesto começou na sede da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), na avenida Santos Dumont, e foi até o prédio do Ministério da Defesa, na rua Pereira Filgueiras. De acordo com o coordenador do sindicato, Luciano Filgueiras, entre as reivindicações gerais, estão a definição da data-base e política salarial permanente com reposição inflacionária, valorização do salário base e incorporação das gratificações, além das pautas específicas de cada setor do Ministério.

Ainda segundo o coordenador, participaram a passeata cerca de 2 mil servidores federais, entre eles funcionários do setor admnistrativo da Funasa, das agências reguladoras, do Ministério da Saúde, do Ministério da Defesa, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além de professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE). O protesto ocorre também em outras capitais.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse nesta quarta-feira, 8, que o Governo Federal está fechando suas contas esta semana para saber que proposta de reajuste poderá apresentar aos servidores. A ministra destacou também que é de ”atenção absoluta” a posição do governo no sentido de garantir que os serviços continuem sendo prestados aos cidadãos e lembrou o decreto assinado pela presidenta Dilma Rousseff para garantir a continuidade dos serviços durante as greves. O decreto prevê que ministros que comandam áreas em greve possam diminuir a burocracia para dar agilidade a alguns processos e fechem parcerias com estados e municípios para substituir servidores parados.

Redação O POVO Online