Spaece premia 98 alunos de Horizonte

Horizonte. A Escola Estadual de Educação Profissional Maria Dolores Alcântara e Silva, no Município de Horizonte, terá 98 alunos premiados com computadores devido à média de proficiência satisfatória no Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) 2011, principal avaliação da educação básica do Estado.

Nos últimos três anos, foram entregues a alunos da instituição 171 computadores. Alguns receberam a premiação mais de uma vez

Com apenas quatro anos de funcionamento, a instituição já colhe os frutos do novo modelo de ensino profissionalizante que o Ceará vem desenvolvendo. São bolsas de iniciação científica, trabalhos apresentados fora do Estado, 50% de inserção dos estudantes no mercado de trabalho e 70% de inserção no Ensino Superior.

Nos últimos três anos, os alunos da Escola Maria Dolores ganharam 171 computadores. Dentre eles, jovens de 1º, 2º e 3º anos, tendo alguns, inclusive, recebido essa premiação em anos seguidos de sua formação, como os estudantes Mariana Ribeiro e Maxwell Cândido.

“A premiação dos computadores me deixou muito feliz. A cada ano, ela me motiva a estudar mais, a expandir meus conhecimentos. Essa premiação é importante para promover a inclusão digital e mostrar para nós, alunos, que estudar sempre traz bons frutos, como também é uma forma de melhorar a educação cearense, pois dá ferramentas para que possamos evoluir e atingir nossos objetivos”, afirma Mariana.

Na opinião de Maxwell, tudo o que a instituição vem conseguindo é resultado de um trabalho conjunto de professores e alunos, que passam nove horas diárias envolvidos em estudos, projetos e pesquisas. “É muito importante incentivar o aluno a buscar seus objetivos, e a premiação do Spaece proporciona isso. Meu primeiro computador foi resultado do meu esforço em busca de algo que eu realmente necessitava. E esse empenho trouxe ainda outro resultado, uma melhor aprendizagem”, destaca o aluno.

Cursos

A Escola Maria Dolores, que funciona desde 2009, e oferece Cursos de técnico em Agroindústria, Enfermagem, Finanças, Informática e Segurança do Trabalho, atendendo em média 480 alunos por ano.

Para Leonila Oliveira, 18 anos, aluna do 3º ano do curso de Informática, a escola profissional mudou sua visão de futuro. “Ao me preparar tanto para o mercado de trabalho como para o Ensino Superior, me possibilitou fazer melhores escolhas para alcançar os meus ideais”, revela a estudante.

Toda a comunidade horizontina, conforme a direção da instituição, reconhece nos alunos da escola profissional um diferencial de cidadão que apenas este modelo de Ensino Médio Integrado é capaz de desenvolver.

“O resultado do Spaece é motivo de orgulho de toda a comunidade escolar, principalmente, para alunos e professores que têm se superado. É muito importante para o aluno da escola pública ver o seu esforço recompensado. Considero esse o ponto fundamental do Prêmio Aprender Pra Valer do Governo do Estado, pois restabelece a confiança e a autoestima do estudante”, pontua a diretora da escola, Elizabeth Chagas Gomes.

A coordenadora da Escola Maria Dolores, se diz satisfeita com os resultados e acredita que os principais propósitos de qualquer instituição de ensino devem ser oferecer excelência no ensino e possibilitar um melhor nível de aprendizagem, de forma a favorecer perspectivas exitosas aos educandos.

“A Escola Maria Dolores tem demonstrado que corresponde a esses objetivos a partir dos resultados apresentados por seus alunos, especialmente, na avaliação do Spaece. Essa premiação surge como uma importante ferramenta de estímulo e propicia ao estudante da escola pública a expectativa de galgar metas antes tidas como inalcançáveis”, ressalta a coordenadora.

Mais informações
Escola de Educação Profissional Maria Dolores Alcântara e Silva
Av. Juvenal de Castro, 609
Centro de Horizonte/CE
Telefone: (85) 3336.1072

Diário do Nordeste